Quarta-feira, 30 de Maio de 2007

Entrevista com um Profissional de Engenharia do Ambiente

·        Nome: Dalila Sepúlveda Mesquita de Freitas

·         Profissão: Engenheira do Ambiente

·         Local (ais) de trabalho: Câmara Municipal de Guimarães

·         Faculdade onde se formou: Instituto Politécnico de Viana do Castelo e Universidade Fernando Pessoa

·         Anos de trabalho: 9 anos

·         Dificuldades que encontrou na entrada para a faculdade: Não tive dificuldade, dado que era um curso ainda recente.

·         Dificuldades que encontrou no decorrer do curso: Contacto com os professores, falta de bibliografia para elaboração de trabalhos – ainda não havia Internet.

·         Que tipo de formação seguiu para exercer a sua profissão? Estagiou? Como foi? Quando terminei o Bacharelato em Viana do Castelo estagiei durante 6 meses na Câmara Municipal de Guimarães, tendo sido o primeiro contacto com o mercado de trabalho, a maior dificuldade é conjugar a teoria das Universidades à prática do Mundo real, daí ter sido importante o estágio, é um primeiro contacto, podemos questionar, sem sermos mal vistos, porque efectivamente estamos a aprender. Dá-nos uma visão que devemos continuar a pesquisar, e não guardar os livros, porque realmente são instrumentos de trabalho diários.

·         Quando terminou o curso, teve dificuldades em ser colocado?

Não, porque foi uma altura em que as Câmaras Municipais estavam a começar a colocar os primeiros Engenheiros do Ambiente.

·         Qual a razão que o levou a optar por esta profissão? Teve dúvidas ao optar ou estava certo em relação ao que pretendia? Temos sempre dúvidas, mas o que me levou a optar foi o facto de ser engenharia, o que a mim me agradava, dado que é um curso multidisciplinar, dá-nos várias formas de desenrasque, quanto ao ambiente, porque sempre me motivou e preocupou as questões ambientais

·         Como decorre a evolução na sua carreira profissional? A evolução somos nós que a temos que fazer diariamente, motivação constante, não nos tornarmos uns adaptados, tentar sempre seguir acções de formação, ler bastante quer assuntos da área, quer outros que nos levam a imaginar situações novas. Não nos basearmos ao dia-a-dia, tentar evoluir, e para isso é necessário um conhecimento global de várias matérias, ler jornais, ouvir música, ir a espectáculos culturais, torna-nos pessoas mais críticas, mais responsáveis e menos focalizadas num só tema. A profissão deve ser um dos aspectos do nosso quotidiano, e só gostando muito da profissão que fazemos é que podemos evoluir como ser humano, dado que nos permite estar bem com o resto. Inovarmos, não termos medo de arriscar.

·         Aspectos negativos e positivos da profissão: Negativos: se nos tornarmos uns adaptados fazemos só a gestão do dia-a-dia o que para mim é pouco e fecha-nos. As questões ambientais têm limitações, porque envolve outras áreas como a economia, o desenvolvimento, a construção e as pressões políticas. Positivos: área nova, onde ainda há muito para desenvolver, cada vez mais são as questões que daqui a uns vão estar na frente para o desenvolvimento. Tem muitas áreas para estudo e para trabalho, dado que envolve: a terra como um todo, desde o solo, à água, aos resíduos, às energias alternativas, às alterações climáticas, ao ruído, e implica uma conjugação de matérias muito interessantes e prementes para o século XXI, estamos a falar de uma profissão que pode alterar o Mundo, entre o caos ou a solução.

 

·         Actualmente, a sua profissão corresponde às suas expectativas iniciais? Actualmente sim, gosto do que faço, tento envolver-me em projectos que me aliciem, mas devemos sempre ser insatisfeitos, ou seja, tentar cada dia sermos melhores no que gostamos de fazer e tentar arriscar noutras áreas quer no nosso emprego quer noutros que possam surgir.

publicado por marisacplima às 10:34

link do post | comentar | favorito
|

.posts recentes

. ...

. Escola Secundária Francis...

. ...

. Como surgiu este blog?

. Testes de Orientação Voca...

. Processo ERASMUS

. Processo de Bolonha

. Concurso Nacional de Aces...

. Acesso às Universidades E...

. Entrevistas

. Entrevista a um Profissio...

. Entrevista a um Profissio...

. Entrevista com um Profiss...

. Entrevista com um Profiss...

. Cursos/Universidades

. Ortoprotesia

. Psicologia

. Medicina

. Geologia

. Fisioterapia

. Fitoquímica e Fitofarmaco...

. Técnico De Radiologia

. Terapia Ocupacional

. Técnico de Prótese Dentár...

. Técnico de Análises Clíni...

. Anatomia Patológica, Cito...

. Arqueologia

. Astronomia

. Biólogo

. Técnico de Cardiopneumolo...

. Engenharia do Ambiente

. Enfermagem

. Engenharia Geografica

. Engenheiro Aeronáutico

. Engenheiro Agrónomo

. Engenheiro Biomédico

. Engenharia Civil

. Farmacêutico

. Medicina Dentária

. Medicina Nuclear

. Medicina Veterinária

. Meteorologia

. Neurofisiologia

. Nutricionismo

. Oceanografia

. Optometria e Ciencias da ...

. Química e Bioquímica

. Técnico de Radioterapia

. Técnico de Farmácia

. Terapêutica da fala

.pesquisar

 

.Maio 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
22
25
26
27
28
29
31

.informação de autores

.arquivos

. Maio 2007

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds