Quarta-feira, 30 de Maio de 2007

Processo de Bolonha

1 - O que é o Processo Bolonha

2 - O que vai mudar?

3 - Que mudanças vão ocorrer nos cursos de Mestrado?

4 - O que acontece a alunos que se inscrevam este ano numa licenciatura ainda não adequada, mas que virá a ser oferecida segundo Bolonha em 2007/08?

 5 - Que mecanismos foram criados para facilitar a mobilidade e a empregabilidade preconizadas por Bolonha?



1 - Por processo de Bolonha é designado um conjunto de reformas que estão a ser adoptadas por um grande número de países europeus, 45 de momento, com o objectivo de, em 2010, estar constituída a European Higher Education Area (EHEA) / Área Europeia de Ensino Superior. 


2 - Apesar da ideia generalizada de que Bolonha tem apenas a ver com a duração dos cursos, as mudanças que vão ocorrer no ensino Superior são muito mais profundas e têm consequências muito mais importantes, que mudam por completo o modelo de ensino que tem vindo a ser praticado na universidades.

Desde logo, as metodologias de ensino/aprendizagem estão a ser completamente reformuladas, dando maior ênfase ao trabalho do aluno e introduzindo a aprendizagem à distância, a aprendizagem activa, a aprendizagem baseada solução de problemas, orientada a projectos, entre outras.

Assim, por contraposição a uma forma de ensino mais passiva e assente na transmissão de conhecimentos, está a ser implementado um modelo de ensino/aprendizagem mais participado, mais atractivo para os alunos e mais centrado na aquisição de competências. Estas exigências obrigam a um maior acompanhamento dos alunos por parte dos professores e um permanente investimento na melhoria da qualidade.

No que respeita à duração e organização dos ciclos, o Ensino Superior passará a estar, em todos os países da Área Europeia de Ensino Superior, organizado em três ciclos: 
- 1º ciclo, com duração de 6 semestres, ou três anos, correspondente ao grau de Licenciatura; 
- 2º ciclo, com duração de 4 semestres, ou dois anos, correspondente ao grau de Mestre; 
- 3º ciclo, com duração de 6 semestres, ou três anos, correspondente ao grau de Doutor;

Alguns cursos funcionarão em regime de Mestrado Integrado. Quer isto dizer que, para a formação ser reconhecida pelas Ordens profissionais, os estudantes têm que ter 5 anos de formação, correspondentes ao 1º e 2º ciclos. De qualquer modo, será sempre atribuído aos estudantes, ao fim do 1º ciclo um diploma intermédio, correspondente à Licenciatura.

Existirá também uma maior flexibilidade no percurso formativo do aluno. Mesmo nos cursos com Mestrado Integrado, poderão ingressar no 2º ciclo licenciados em área similar ou equivalente, com a devida creditação obtida no 1º ciclo. Para além disto, será facilitada a prossecução de estudos noutras Instituições de Ensino superior, sejam portuguesas ou estrangeiras, quer mesma área do saber, quer noutras áreas complementares.

A introdução generalizada do sistema de créditos em todos os tipos de formação vai permitir, após regulamentação apropriada, a acumulação destes créditos, facilitando a transferência dos estudantes de um curso para outro, dentro da mesma ou para outras instituições.

Será, no entanto, de salientar que as reformas resultantes do Processo de Bolonha não têm como objectivo criar cursos iguais em todas as universidades, ou em todos os países, mas sim assegurar o reconhecimento e a comparação dos conhecimentos adquiridos pelos estudantes, facilitando assim a transparência dos procedimentos, a mobilidade dos alunos entre instituições, a empregabilidade e a Educação ao Longo da Vida.


3 - O mestrado terá sempre um curso de especialização, formado por unidades curriculares e correspondentes a cerca de metade dos créditos totais do 2º ciclo, a que se seguirá um período de trabalho essencialmente individual e supervisionado pessoalmente por um docente, que poderá ser um projecto, um estágio profissional ou uma dissertação resultante de trabalhos de investigação científica. O mínimo de créditos correspondentes a esta parte é de 25% do total do 2º ciclo. Tipicamente, isto corresponderá a um mínimo de 60 créditos para o curso de especialização e a um mínimo de 30 créditos para o trabalho individual supervisionado. 

4 - No ano lectivo de 2006/2007 a maioria dos cursos funcionará já segundo o Modelo de Bolonha. São 30, no total, os cursos cuja adequação foi já concluída. As licenciaturas que não vão funcionar este ano de acordo com Bolonha serão adequadas para o próximo ano lectivo de 2007/2008, sendo assegurado aos estudantes que entrarem este ano nesses cursos um plano de transição. 

5 - 
Para atingir o objectivo de criação de uma Área Europeia de Ensino Superior foram desenvolvidos vários instrumentos, nomeadamente o Sistema Europeu de Transferência de Créditos (ECTS) e o Suplemento ao Diploma (DS), agora incluído no Europass. Estão ainda em fase de desenvolvimento outros instrumentos, tais como a European Network of Quality Assurance (ENQA), cuja constituição ficou consignada em Bergen, em Maio de 2005, e que se destina a garantir a qualidade da formação das instituições.

O ECTS – Sistema Europeu de Transferência de Créditos foi desenvolvido pela Comissão Europeia no sentido de estabelecer procedimentos comuns no reconhecimento académico da formação e graus obtidos pelos estudantes dentro do espaço europeu. Ou seja, permite medir e comparar resultados académicos, e transferi-los de uma instituição para outra.

Se pretenderes obter mais informações sobre este processo acede a este site:

http://www.territorio.pt/plano_accao_mces.pdf

publicado por marisacplima às 15:43

link do post | comentar | favorito
|

.posts recentes

. ...

. Escola Secundária Francis...

. ...

. Como surgiu este blog?

. Testes de Orientação Voca...

. Processo ERASMUS

. Processo de Bolonha

. Concurso Nacional de Aces...

. Acesso às Universidades E...

. Entrevistas

. Entrevista a um Profissio...

. Entrevista a um Profissio...

. Entrevista com um Profiss...

. Entrevista com um Profiss...

. Cursos/Universidades

. Ortoprotesia

. Psicologia

. Medicina

. Geologia

. Fisioterapia

. Fitoquímica e Fitofarmaco...

. Técnico De Radiologia

. Terapia Ocupacional

. Técnico de Prótese Dentár...

. Técnico de Análises Clíni...

. Anatomia Patológica, Cito...

. Arqueologia

. Astronomia

. Biólogo

. Técnico de Cardiopneumolo...

. Engenharia do Ambiente

. Enfermagem

. Engenharia Geografica

. Engenheiro Aeronáutico

. Engenheiro Agrónomo

. Engenheiro Biomédico

. Engenharia Civil

. Farmacêutico

. Medicina Dentária

. Medicina Nuclear

. Medicina Veterinária

. Meteorologia

. Neurofisiologia

. Nutricionismo

. Oceanografia

. Optometria e Ciencias da ...

. Química e Bioquímica

. Técnico de Radioterapia

. Técnico de Farmácia

. Terapêutica da fala

.pesquisar

 

.Maio 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
22
25
26
27
28
29
31

.informação de autores

.arquivos

. Maio 2007

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds